A Crise de 1383-85 e a Batalha de Atoleiros

A Crise de 1383-85 e a Batalha dos Atoleiros

[media id=7]


O Combatente nos Atoleiros

[media id=8]

As duas apresentações acima são da autoria do Major Carlos Afonso e foram elaboradas para a exposição da Escola Prática de Infantaria D. Nuno Álvares Pereira – O Legado, as Batalhas, as Representações (Agosto-Setembro de 2009).

Antes da exposição D. Nuno Álvares Pereira – O Legado, as Batalhas, as Representações (Agosto-Setembro de 2009), a Escola Prática de Infantaria promoveu um colóquio sobre Nun’Álvares, patrono da Infantaria. O artigo que publicamos, extraído do nº 187 da revista “Azimute” reproduz a comunicação do Major Afonso no referido colóquio.

A Crise de 1383-85 e a Batalha dos Atoleiros

O Major de Infantaria Carlos Filipe Nunes Lobão Dias Afonso é licenciado em Ciências Militares pela Academia Militar.

Prestou serviço, entre outras unidades, no 2BIMec, como Comandante de Pelotão e Companhia de Atiradores e Oficial de Informações e na Academia militar, como Adjunto da 1a Companhia de Alunos, tendo ministrado formação ao cadetes, futuros oficiais do Exército.

Efectuou diversas comunicações em unidades militares no âmbito da História Militar. Possui textos publicados na revista ”Atoleiros”, da Brigada Mecanizada e na revista “Azimute”, da Escola Prática de Infantaria.

O Centro Cultural Nuno Álvares Pereira agradece ao Major Carlos Afonso e ao Sr. Comandante da Brigada Mecanizada a colaboração amavelmente prestada e, em particular,a cedência de conteúdo produzido pelo Exército Português.